quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

sempre elas.

Todas as manhãs, lá estão elas. Sem pedir licença, nem sequer lamentar, la vêm elas. Não vão embora até submergir no mundo dos sonhos, e antes disso, nem sequer se despedem, porque sabem que eu sei que na amanhã seguinte voltam... e vão voltar sempre. Elas, vão aumentando a cada dia que passa, vão tonando-se mais fortes que a minha força, torturam-me e só me deixam por algumas horas. As horas, que mais parecem minutos. As horas em que estamos juntos e o resto é quaternário. E depois, voltam a marcar presença, voltam a crescer e voltam apoderarem-se de mim, do meu corpo e da minha mente.
E hoje é o dia delas, o dia das saudades de ti.


- amo-te.

16 comentários:

  1. Sim, é mais fácil quando é aos pouquinhos.
    Saudades, havemos sempre de sentir. Mas isso é bom, sabes? Se sentes saudades, significa que gostas muito da pessoa (:

    ResponderEliminar
  2. as SAUDADES, nunca nos deixam, nunca

    ResponderEliminar
  3. Eu ainda sem sequer ter lido o texto todo pensei... Saudades... E lá estavam elas no fim x)

    Adorei*

    Beijoca

    ResponderEliminar
  4. Rafaelas é do melhor! :D
    Obrigada e bejinhos tambem para ti *

    ResponderEliminar
  5. Lindo. A maneira como no fim conseguiste identificar a "saudade"... Eu pensava que eram as nuvens ou algo fora do normal no quotidiano. Lindo. brutal mesmo.

    E, só mais uma coisinha. Escreves muito bem. :D
    Ps: Obrigado.

    ResponderEliminar
  6. Então, apenas escrevo palavras. (a)

    ResponderEliminar
  7. Tenho que largar o medo. Mas ele não me larga a mim. Tento sempre ser feliz (;

    ResponderEliminar
  8. Oh, assim não. O que têm os meus caracóis de tão especial?

    ResponderEliminar
  9. Oh, e não, há por aí, nenhum aventureiro, capaz de dar um punhado de caracóis a esta bela menina?

    Eu posso é deixar-te tocar neles. :D (chega)

    ResponderEliminar
  10. Haveria de ser lindo. (a)
    Não, porque eles voltariam a crescer. +.+

    ResponderEliminar
  11. Mas o meu cabelo, depois de cortado, não pode já mais plantado. (a)

    ResponderEliminar
  12. Deixa lá as saudades, tens-me aqui (:
    Logo à noite queria ir, para voltarmos a falar todas como no Sabado à noite, naquela quinta com uma casa linda por dentro mas que assusta por fora, xD. Mas estou mesmo doente, não sei se vai dar :s

    ResponderEliminar

criticas. elogios. desabafos. everything :)